Johnson-Johnson-5.jpg
15/09/2021 11:41:11

Covid-19: Detetadas falhas de segurança da vacina da Janssen em França

Covid-19: Detetadas falhas de segurança da vacina da Janssen em França

De acordo com a Agência Nacional de Segurança do Medicamento e Produtos de Saúde (ANSM), foi detetado um “número significativo” de falhas de segurança na vacina da Janssen, de uma única dose, contra a covid-19, em França.

“Um número significativo de casos de falha da vacina Janssen foi relatado, incluindo formas graves (morte, reanimação), bem como uma presença pouco comum de doentes vacinados com a Janssen nos cuidados intensivos de dois Centros Hospitalares Universitários”, revelou a ANSM no seu relatório, citada pela Lusa.

Segundo a Lusa, foram administradas em França cerca de um milhão de doses da vacina comercializada pelo laboratório Johnson & Johnson (J&J) – a única a ser administrada com uma dose única.

Entre as pessoas vacinadas com a Janssen, foram assinalados 32 casos de infeção com covid-19, o que corresponde a uma incidência de 3,78 casos por cada 100.000 pessoas.

De um total de 32 casos, cerca de 29 foram considerados graves, sendo que esses utentes apresentavam, na maioria, outras doenças de elevado risco.

Ainda assim, os dois hospitais relataram um número elevado de doentes vacinados com a Janssen entre as pessoas internadas nos cuidados intensivos, face ao total de pacientes vacinados admitidos nessas unidades.

Em Marselha, dos sete doentes vacinados – e admitidos nos cuidados intensivos -, quatro tinham levado a Janssen. Em Tours, a proporção era de três em seis.

Todos estes elementos justificam, na perspetiva da ANSM, “investigações adicionais” para verificar se as falhas são maiores com a Janssen do que com as outras vacinas disponíveis em França.

No mês de agosto, a Alta Autoridade da Saúde (HAS) pediu para as pessoas vacinadas com a Janssen receberem uma dose de reforço com uma vacina RNA mensageiro após quatro semanas da respetiva inoculação.

Otras noticias que pueden interesarle